Proposta de reestruturação organizacional do SESC/RN

Caroline Vianello Martins, Camila de Albuquerque Andrade, Leandro Trigueiro-Fernandes, Lucas dos Santos Costa

Resumo


Sabendo-se da importância de se ter uma estrutura adequada às características e objetivos estratégicos da instituição, o presente estudo tem como objetivo elaborar uma proposta de reestruturação organizacional ao SESC/RN, tomando como base a literatura disponível. Para o alcance desse objetivo, a pesquisa, que se classifica como exploratória e descritiva, utiliza a estratégia de estudo de caso, já que representa o estudo de uma realidade única. Dessa maneira foram entrevistados 37 responsáveis pelas diferentes Unidades Organizacionais do SESC/RN. A partir dos dados colhidos, tornou-se possível avaliar com mais profundidade os componentes da antiga Estrutura Organizacional do SESC/RN, de forma a se identificar as principais lacunas a ela relacionadas. Por fim, uma nova Estrutura Organizacional foi proposta à instituição, tomando como base o Método de Estruturação sugerido por Seiffert e Costa, e os Componentes Organizacionais de Mintzberg.


Palavras-chave


Estrutura Organizacional. Sistema S. SESC.

Texto completo:

PDF Html

Referências


BILHIM, J. Ciência na administração. Lisboa: Universidade Aberta, 2000.

CORAZZA, Rosana Icassatti. Gestão ambiental e mudanças da estrutura organizacional. RAE-eletrônica, v. 2, n. 2, p. 1-23, 2003.

CURY, Antônio. Organizações e métodos: uma visão holística. 8. ed. São Paulo: Atlas, 2005.

D’ASCENÇÃO, Luiz Carlos de. Organização sistemas e métodos: análise, redesenho e informatização de processos administrativos. São Paulo: Atlas, 2001.

GALBRAITH, Jay R. The business unit of the future. San Francisco: Jossey-Bass, 1993.

GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2006.

JERICÓ, Marli de Carvalho; PERES, Aida Maris; KURCGANT, Paulina. Estrutura organizacional do serviço de enfermagem: reflexões sobre a influência do poder e da cultura organizacional. Revista da Escola de Enfermagem da USP, v. 42, n. 3, p. 569-577, 2008.

LUPORINI, Carlos Eduardo Mor; PINTO Nelson Martins. Sistemas administrativos: uma abordagem moderna de O&M. São Paulo: Atlas, 1992.

MARTINS, Gilberto A. Estudo de caso: uma estratégia de pesquisa. São Paulo: Atlas, 2006.

MINTZBERG, Henry. Structure in fives: Designing effective organizations. São Paulo: Prentice-Hall, Inc, 1993.

MINTZBERG, Henry; QUINN, James B. O processo da estratégia. Trad. James Sunderland Cook. 3. ed. Porto Alegre: Bookman, 2001.

NADLER, David; GERSTEIN, Marc S.; SHAW, R. Arquitetura organizacional: a chave para a mudança organizacional. Rio de Janeiro: Campus, 1993.

OLIVARES, Jose Enrique Louffat. Negociação para configurar o desenho da estrutura organizacional em rede. Caderno de Pesquisas em Administração, v. 9, n. 3, p. 13-26, 2002.

OLIVEIRA, Djalma de Pinho Rebouças de. Sistemas de organização e métodos: uma abordagem gerencial. 11. ed. São Paulo: Atlas, 2000.

OLIVEIRA, Djalma de Pinho Rebouças de. Sistemas de organização e métodos: uma abordagem gerencial. São Paulo: Atlas, 2002.

OLIVEIRA, Maria Marly. Como fazer pesquisa qualitativa. Petrópolis: Vozes, 2007.

PATAH, Leandro Alves; CARVALHO, M. M. D. Alinhamento entre estrutura organizacional de projetos e estratégia de manufatura: uma análise comparativa de múltiplos casos. Gestão & Produção, v. 16, n. 2, p. 301-312, 2009.

SEIFFERT, Peter Quadros; COSTA, João Alípio da Silva. Estruturação organizacional: planejando uma nova estrutura. São Paulo: Atlas, 2007.

SILVA, Clóvis L. Machado da; FONSECA, Valéria Silva da. Estruturação da estrutura organizacional: o caso de uma empresa familiar. Organizações & Sociedade, v. 1, n. 1, p. 42-71, 1993.

SIQUEIRA, Mirlene Maria Matias; AMARAL, Derly Jardim do. Relações entre Estrutura Organizacional e Bem-Estar Psicológico. REA-Revista Eletrônica de Administração, v. 5, n. 1, p. 1-16, 2006.

TRIGUEIRO-FERNANDES, L. Componentes da Estrutura Organizacional e sua influência do comprometimento e desempenho da Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Tese (Mestrado em Administração) - Centro de Ciências Sociais Aplicadas, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2014.

VERGARA, Sylvia Constant. Projetos e relatórios de pesquisa em administração. 5. ed. São Paulo: Atlas, 2004.

VILLELA, Cristiane da Silva Santos. Mapeamento de processos como ferramenta de reestruturação e aprendizado organizacional. 2000. 81 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia de Produção) – Departamento de Engenharia de Produção e Sistemas, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2000.

YIN, Robert K. Applications of case study research. New York: Sage, 2011.




DOI: https://doi.org/10.22279/navus.2018.v8n3.p53-65.619

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




NAVUS - Revista de Gestão e Tecnologia, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. ISSN - 2237-4558 

Membro da Associação Brasileira de Editores Científicos 

 

Desde 18/10/2017

 

Licença Creative Commons

Os originais publicados na Navus estão disponibilizados de acordo com a Licença Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-Vedada a criação de obras derivadas 3.0 Brasil.