Big Data e Analytics: a percepção dos líderes sobre o processo de tomada de decisões amparado por dados

Felipe Cys Laskoski

Resumo


Com o avanço da tecnologia e o crescente aumento das bases de dados nas organizações é urgente a definição de estratégias para a compilação e análise desses dados para a melhoria da tomada de decisão como forma de obtenção da competitividade. Diante deste cenário, o principal objetivo do artigo é analisar qual é o sentimento dos líderes em relação aos conceitos de Big Data e Analytics, e como eles estão se preparando, e preparando suas equipes, para a utilização de grandes volumes de dados no processo de tomada de decisões estratégicas. Para isso, foi aplicado um questionário aos líderes de um sistema de cooperativas de crédito de Blumenau - Santa Catarina. A partir dos resultados, é possível verificar que os líderes compreendem que a utilização de grandes volumes de dados é importante para a geração de insights sobre o futuro. Também se verificou que os conceitos de Big Data e Analytics estão sendo inseridos nas discussões do dia a dia e que as equipes estão sendo preparadas para essa nova metodologia de tomada de decisão, incrementando assim a competitividade da organização.


Palavras-chave


Liderança. Big Data. Analytics. Tomada de Decisão.

Texto completo:

PDF Html

Referências


CERTO, Samuel C. Tomada de decisões. In: CERTO, Samuel C. Administração moderna. 9. ed. São Paulo: Pearson, 2005. p. 123-145.

CHIAVENATO, Idalberto. Administração - teoria, processo e prática. 3. ed. São Paulo: Makron Books, 2000.

CHOO, C. W. The management of uncertainty: organizations as decision-making systems. In: _______. The knowing organizations: how organizations use information to construct meaning, create knowledge, and make decisions. New York: Oxford University, 1998. p. 155-205.

DAVENPORT, Thomas H. Ecologia da informação: por que só a tecnologia não basta para o sucesso na era da informação. São Paulo: Futura, 1998.

DAVENPORT, Thomas H. Big data at work: dispelling the myths, uncovering the opportunities. Boston, MA: Harvard Business Review Press, 2014.

DIEBOLD, Francis. On the Origin (s) and Development of the Term “Big Data”. Pennsylvania: Penn Institute for Economic Research, Department of Economics, University of Pennsylvania, 2012.

DRUCKER, Peter F. Administrando em tempos de grandes mudanças. São Paulo: Pioneira, 1995.

DRUCKER, Peter F. The coming of the new organization. Harvard Business Review, n. 66, p. 45-53, jan./fev. 1988.

FREITAS, H. et al. Informação e Decisão: sistemas de apoio e seu impacto.Porto Alegre: Ortiz, 1997.

GANTZ, John; REINSEL, David. The digital universe in 2020: Big Data, nigger digital shadows, and biggest growth in the far east. IDC, New York, v. 3, Dec. 2012.

FITZ-ENZ, Jac. The New HR Analytics: Predicting the EconomicValue of Your Company's Human Capital Investments. New York: AMACOM Div American Mgmt Assn, 2010.

JOHNSON, Jeanne E. Big data + Big analytics = Big opportunity: Big data is dominating the strategy discussion for many financial executives. As these market dynamics continue to evolve, expectations will continue to shift about what should be disclosed, when and to whom. Financial Executive, v. 28, n. 6, p. 50-54, 2012.

MACHADO, Rogério A. Avaliação de alternativas na tomada de decisão. Revista de Administração de Empresas, v. 16, n. 2, p. 52-57, 1976.

MANYIKA, J. et al. Big data: the next frontier for innovation, competition, and productivity. McKinsey Global Institute Report, 2011. Disponível em: . Acesso em: 24 set. 2016.

McAFEE, Andrew, et al. "Big data." The management revolution. Harvard Business Review,v. 90, n. 10, p. 61-67, 2012.

McGEE, J. V.; PRUSAK, L. Gerenciamento estratégico da informação. 3. ed. Rio de Janeiro: Campus, 1994.

SANTOS, Raimundo N. Métodos e ferramentas para gestão de inteligência e do conhecimento. Perspectivas em ciência da informação, v. 5, n. 2, p. 205-215, 2000.

REZENDE, D. A.; ABREU, A. F. Tecnologia da informação aplicada a sistemas de informação empresariais: o papel estratégico da informação e dos sistemas de informação nas empresas. São Paulo: Atlas, 2001. 311p.

STAIR, Ralph M.; REYNOLDS, George W. Princípios de sistemas de informação: uma abordagem gerencial. São Paulo: Pioneira Thomson Learning, 2006.

TAURION, Cezar. Big Data. Rio de Janeiro: Brasport, 2013.

THOMPSON Jr., Arthur. Tomada de Decisão sob Condições de Certeza, Risco e Incerteza. Porto Alegre: UFRGS, 1995.

UNIT ECONOMIST INTELLIGENCE. Big data: Lessons from the leaders. Londres: The Economist, 2012.

ZORRINHO, C. Gestão da Informação: condição para vencer. Lisboa: Instituto de Apoio às Pequenas e Médias Empresas (IAPMEI), 1995.

WOOD JR., Thomaz. Mudança organizacional: uma abordagem preliminar. Revista de Administração de Empresas, v. 32, n. 3, p. 74-87, 1992.




DOI: https://doi.org/10.22279/navus.2017.v7n3.p60-70.485

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




NAVUS - Revista de Gestão e Tecnologia, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. ISSN - 2237-4558 

Membro da Associação Brasileira de Editores Científicos 

 

Desde 18/10/2017

 

Licença Creative Commons

Os originais publicados na Navus estão disponibilizados de acordo com a Licença Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-Vedada a criação de obras derivadas 3.0 Brasil.