A Contribuição da Aprendizagem Organizacional Informal para o Desenvolvimento de Competências Gerenciais

Vanessa Machado Deprá, Diulnéia Granja Pereira, Adriela de Marchi

Resumo


O objetivo principal deste estudo foi analisar as contribuições da aprendizagem organizacional informal para o desenvolvimento de competências gerenciais dos gestores operacionais. Utilizando uma pesquisa qualitativa, os dados foram obtidos por meio de entrevistas semiestruturadas, com sete gerentes operacionais de uma empresa do ramo da saúde, com atuações nas regiões da Grande Porto Alegre e Vale dos Sinos, no estado do Rio Grande do Sul e analisados pelo método de análise de conteúdo. Os resultados mostraram que foi no decorrer da trajetória na empresa que os entrevistados identificaram as competências gerenciais fundamentais para o cargo. Logo, constatou-se que as competências comportamentais são desenvolvidas por meio da aprendizagem informal presente na rotina diária dos entrevistados, em ações e práticas, como: aprendizagem por meio da interação com um colega de trabalho, aprendizagem pela observação de outro colega, aprendizagem a partir da solução de problemas e também a partir de erros e acertos nas atividades diárias e, por fim, aprendizagem por meio da auto reflexão sobre a conduta e postura profissional de cada entrevistado. Portanto, conclui-se que a informalidade contribui para o desenvolvimento de competências, bem como, é facilmente percebida e valorizada pelos entrevistados, que reconhecem que ela enriquece seus respectivos perfis e os leva ao constante desenvolvimento de competências comportamentais.

Palavras-chave


Aprendizagem organizacional informal; Competências gerenciais; Gerentes operacionais.

Texto completo:

PDF HTML

Referências


ALMEIDA, Neylla. SOUZA-SILVA, Jader. Aprendizagem Organizacional e Formação de Gestores: Como aprendem os gestores em uma indústria do setor petroquímico. REGE – Revista de Gestão, São Paulo, v. 22, n.3, p.381-402, jul./set. 2015.

ANTONELLO, Claudia Simone. Articulação da aprendizagem formal e informal: seu impacto no desenvolvimento de competências gerenciais. Revista Alcance, v.12, n.2, p.183-209, mai./ago. 2005.

ANTONELLO, Claudia Simone; GODOY, Arilda Schmidt. Cartografia da aprendizagem organizacional no Brasil. In: ANTONELLO, Claudia. Simone; GODOY, Arilda. Schmidt. (org). Aprendizagem organizacional no Brasil. Porto Alegre: Bookman, 2011.

BARDIN, L. Análise de Conteúdo. (L. de A. Rego e A. Pinheiro, Trads.). Lisboa, ed. 70, 2014 (Obra original publicada em 1977).

BARROS, Maria Eunice. Competências Gerenciais: um estudo de caso no setor siderúrgico mineiro. 2007. Dissertação (Mestrado em Administração) – Faculdades Integradas de Pedro Leopoldo, Pedro Leopoldo, Minas Gerais.

BITENCOURT, Claudia. Competência gerencial e aprendizagem nas organizações. São Leopoldo: UNISINOS, 2005.

CERVO, Amado; BERVIAN, Pedro. Metodologia Científica. 5° edição. São Paulo: Prentice Hall, 2002.

COLLIS, Jill; HUSSEY, Roger. Pesquisa em Administração: Um guia prático para alunos de graduação e pós-graduação. 2ª ed. Porto Alegre: Bookman, 2005.

CONTE, Daniela; BIDO, Diógenes; GODOY, Arilda. Estratégias de Aprendizagem Informal de Enfermeiros. In: XXXV EnANPAD. ENCONTRO DA ANPAD. Rio de Janeiro, RJ. Anais... Rio de Janeiro: 2011. Disponível em:. Acesso em 16 de março de 2016.

DEAQUINO, Carlos. Como aprender andragogia e as habilidades de aprendizagem. São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2007.

D`AMELIO, Márcia. Gerentes de diferentes formações e suas trajetórias de aprendizagem. In: ANTONELLO, Claudia. S; GODOY, Arilda. S. (org). Aprendizagem organizacional no Brasil. Porto Alegre: Bookman, 2011.

DUTRA, Joel. COMINI, Graziella. Competência como base para a gestão estratégica de pessoas. In: EBOLI, Marisa et al. Educação Corporativa: fundamentos, evolução e implantação de projetos. São Paulo: Atlas, 2010.

FLACH, Leonardo. ANTONELLO, Claudia. A Teoria sobre Aprendizagem Informal e suas implicações nas organizações. Revista Eletrônica de Gestão Organizacional. 2010.

FLEURY, Maria Tereza. FLEURY, Afonso. Alinhando estratégia e competências. Revista de Administração Eletrônica. v.44, 2004. Disponível em: . Acesso em 07 de abril de 2016.

FLEURY, Maria Tereza. FLEURY, Afonso. Estratégias empresariais e formulação de competências: um quebra-cabeça caleidoscópico da indústria brasileira. 2.ed. São Paulo: Atlas, 2001.

GODOY, Arilda. D’AMELIO, Márcia. Competências gerenciais desenvolvidas por profissionais de diferentes formações. O&S - Salvador, v.19, n.63, 2012.

KAPUSTA, Rosane. Competências / Rosane Maria Kapusta. São Leopoldo: Unidade Acadêmica de Educação Continuada – UNISINOS, 2015.

LEITE, Isabel. O aprendizado da função gerencial por meio da experiência In: ANTONELLO, Claudia. Simone; GODOY, Arilda. Schmidt. (org). Aprendizagem organizacional no Brasil. Porto Alegre: Bookman, 2011.

MOURA, Maria Cristina; BITENCOURT, Claudia. A articulação entre estratégia e o desenvolvimento de competências gerenciais. RAE – Eletrônica. 2006. Disponível em: . Acesso em: 24 de março de 2016.

OLIVEIRA, Maria Marly. Como fazer pesquisa qualitativa. 3° edição. Rio de Janeiro: Vozes, 2010.

PINTO, José; PEREIRA, Alexandre; SENNA, Ana Júlia; ALVES, Ricardo. Competências Gerenciais: Um estudo exploratório em uma rede do comércio varejista. Revista Global Manager, v.14, n. 2, 2014.

PIOVESANA, R; MONTEIRO, T; MELLO, A; CARDAMONE, D; SENA, E. Aprendizagem organizacional. Pesquisa de Campo Voltada à Análise da Aprendizagem Organizacional. VIII Convibra Administração – Congresso Virtual Brasileiro de Administração. São Paulo, 2011. Disponível em: . Acesso em: 15 de março de 2016.

SILVA, Gislaine; SANTANA, Dalva. A teia: gerando vantagem competitiva por meio das linhas da aprendizagem organizacional. VIII Convibra Administração – Congresso Virtual Brasileiro de Administração. São Paulo, 2011. Disponível em: . Acesso em: 14 de março de 2016.

TAKAHASHI, Adriana; FISCHER, André. Como Duas Instituições de Ensino Superior Desenvolveram a Competência de Ofertar Cursos Superiores de Tecnologia Enquanto Resultado da Aprendizagem Coletiva. In: XXXII EnANPAD. ENCONTRO DA ANPAD. Rio de Janeiro, RJ. Anais... Rio de Janeiro: 2008. Disponível em . Acesso em 15 de março de 2016.

YIN, Robert K. Estudo de caso: planejamento e métodos. 3° edição. Porto Alegre: Bookman, 2005.

ZANGISKI, Marlene Aparecida da Silva Gonçalves; LIMA, Edson Pinheiro de; COSTA, Sérgio Eduardo Gouvêa da. Aprendizagem organizacional e desenvolvimento de competências: uma síntese a partir da gestão do conhecimento. Produto & Produção, v.10, n.1, p.54-74, 2009.




DOI: https://doi.org/10.22279/navus.2018.v8n4.p22-36.699

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




NAVUS - Revista de Gestão e Tecnologia, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. ISSN - 2237-4558 

Membro da Associação Brasileira de Editores Científicos 

 

Desde 18/10/2017

 

Licença Creative Commons

Os originais publicados na Navus estão disponibilizados de acordo com a Licença Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-Vedada a criação de obras derivadas 3.0 Brasil.