Determinantes no uso do mobile banking para operações e transações financeiras em dispositivos móveis: um estudo financeiro no município de São Paulo

Renato de Moraes Ferreira, Leandro Campi Prearo

Resumo


O objetivo deste estudo foi identificar e analisar os possíveis fatores que influenciam na utilização do Mobile Banking pelos clientes bancários correntistas das instituições financeiras no município de São Paulo. Para identificação desses fatores relevantes que levam os usuários a adotarem canais alternativos, como o Mobile Banking, para a realização de transações e operações financeiras. Foi realizada uma pesquisa de campo descritiva em 13 agências bancárias, de natureza quantitativa, com uma amostra total de 1344 questionários entregues e, após verificação e exclusão de alguns questionários devolvidos em branco ou por mal preenchimento, foram validados 1278 questionários da amostra total, sendo que 1.199 entrevistados declararam possuir conta corrente ativa em algum banco e, desses, 600 clientes declaram utilizar o aplicativo financeiro pelo Mobile Banking. Os dados coletados foram analisados com o uso de técnicas estatísticas utilizando o software SPSS.



Palavras-chave


Clientes bancários. Quantitativa. Mobile banking.

Texto completo:

PDF Html

Referências


ABDALA, R. A. Avaliação dos fatores que influenciam a decisão de utilização dos serviços bancários por meio de internet na cidade de Belo Horizonte. 2004. 120f. Dissertação (Mestrado em Engenharia de Produção). Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2004.

ARANHA, A. V. S. Tecnologia e qualificação do trabalhador: a complexidade do desenvolvimento técnico e sócio-humano. Trabalho & Educação UFMG. v. 3, p.51-75, Belo Horizonte, 2013.

BARBOSA JUNIOR, I. J. B.; QUEIROZ, A. R. O Capital Intelectual e a Gestão do Conhecimento como Vantagem Competitiva: estudo de caso em uma usina de açúcar e álcool da microrregião sudoeste goiano. Jornada Acadêmica da UEG campus Santa Helena de Goiás, v. 6, n. 1, 2016.

COLOMBO, M.; CORTEZIA, S. L. D. Adoção de Aplicativos Para Dispositivos Móveis: uma análise sob a perspectiva da utilidade dos aplicativos em empresas do setor imobiliário. In: ENCONTRO NACIONAL DE ENSINO E PESQUISA EM ADMINISTRAÇÃO (ENANPAD), 28., 2014. Anais... Rio de Janeiro, 2014.

CRESPO, A. Agregação de valor aos serviços oferecidos pelo sistema bancário: um estudo do que é reconhecido pelos clientes de alta renda do grande ABC. 2015. 108 p. Dissertação (Mestrado em Administração). USCS -Universidade Municipal de São Caetano do Sul, São Caetano do Sul, 2015.

DELLOITE, 2015. Global Mobile Consumer Survey: US Edition The rise of the always-connected consumer. Disponível em: . Acesso em: 26 jul. 2016.

DILUXSHY, R.; MADANA, H. B. A. H. Factors influencing Mobile Banking adoption in Kurunegala district. Journal of Information System & Information Technology (JISIT), v. 1, n. 1, p. 24-32, 2016.

EAGLY, A. H.; CHAIKEN, S. The psycology of attitudes. Forth Worth, TX: Harcourt Brace Jovanovich, 1993.

FEDERAÇÃO BRASILEIRA DE BANCOS (FEBRABAN). Você e seu banco: um guia que vai facilitar seu relacionamento com os bancos. Estudo não acadêmico, 2015. Disponível em: . Acesso em: 09 maio 2016.

FEDERAÇÃO BRASILEIRA DE BANCOS (FEBRABAN). Pesquisa FEBRABAN de Tecnologia bancária. 2014. Disponível em: . Acesso em: 04 jul. 2016.

FEDERAÇÃO BRASILEIRA DE BANCOS (FEBRABAN). Pesquisa Deloitte FEBRABAN. 2016a. Disponível em: . Acesso em: 31 jul. 2016.

FEDERAÇÃO BRASILEIRA DE BANCOS (FEBRABAN). REVISTA CIAB FEBRABAN. Congresso e Exposição de Tecnologia da Informação das Instituições Financeiras. 2016b. Disponível em: . 2015. Acesso em: 16 mar. 2016.

FEDERAL RESERVE SYSTEM. Consumers and Mobile Financial Services. Board of Governors of the Federal Reserve System, 2016.

FREITAS, C. P. A natureza particular da concorrência bancária e seus efeitos sobre a estabilidade financeira. Economia e Sociedade, v. 6, n. 1, p. 51-83, 2016.

GOYAL, V.; PANDEY, U. S.; BATRA, S. Mobile Banking in India: Practices, challenges and security issues. International Journal of Advanced Trends in Computer Science and Engineering, v. 1, n. 2, p. 56-66, 2012.

HAIR, J. et al. Fundamentos de métodos de pesquisa em administração. Porto Alegre: Bookman, 2005.

IBGE. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Disponível em: . Acesso em: 10 abr. 2016.

LAS CASAS, A. L. Marketing Bancário. São Paulo: Saint Paul, 2007.

LIMA, P. M. N. Comportamento do consumidor: fatores que influenciam no processo de decisão de compra do seguro de automóveis. 2016. TCC (Graduação em Administração) - Universidade Estadual da Paraíba, Paraíba, 2016.

MCKENNA, R. Marketing de relacionamento. Rio de Janeiro: Campus, 1999.

MALHOTRA, N. K. Pesquisa de Marketing: foco na decisão. 3. ed. São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2011.

MICK, D. G.; FOURNIER, S. Paradoxes of Technology: consumer Cognizance, Emotions, and Coping Strategies. Journal of Consumer Research, p. 123-147, 1998.

MOREIRA, J. R.; RIBEIRO, J. B. P. Necessidade de Informação e Tecnologia da Informação e Comunicação: Ensaio sobre uso e necessidade de informação para alinhamento estratégico entre TIC e Negócios. Tecnologias em Projeção, v. 5, n. 2, p. 01-05, 2014.

MORIGI, V. J.; PAVAN, C. Tecnologias de informação e comunicação: novas sociabilidades nas bibliotecas universitárias. Ciência da Informação, Brasília, v. 33, n. 1, p. 117-125, 2004.

PEREIRA, D. S.; PAULA, G. M. Inovações tecnológicas, mudança no aparato regulatório e estratégia empresarial: o caso da CTBC Celular. In: ENCONTRO NACIONAL DE ENSINO E PESQUISA EM ADMINISTRAÇÃO (ENANPAD), 25., 2001, Campinas. Anais... Campinas: ANPAD, 2001.

POUSTTCHI, K.; SCHURIG, M. Assessment of today’s Mobile Banking applications from the View of Customer requirements. Proceeding of the Hawaii International Conference on System Sciences, Big Island, Hawaii, p. 5-8, jan. 2004.

PRAHALAD, C. K.; HAMEL, G. Competindo pelo futuro: estratégias inovadoras para obter controle do seu setor e criar os mercados de amanhã. Rio de Janeiro: Elsevier, 2005.

RAHMAN, A. Success factor of Mobile Banking. [2014]. Disponível em: . Acesso em: 19 maio 2018.

ROCHA, A.; CHRISTENSEN, C. Marketing: teoria e prática no Brasil. 2. ed. São Paulo: Atlas, 1999.

SANTOS, D. O.; VEIGA, R. T; SOUZA, S. I. Mobile Banking como novo canal de disseminação de informações e disponibilização de serviços: um teste da Teoria do Comportamento Planejado Decomposto. Perspectivas em Ciência da Informação, v. 16, n. 4, p. 150-170, 2011.

SEVERINO, Antônio Joaquim. Metodologia do trabalho científico. 23. ed. São Paulo: Cortez, 2007.

SILVA, J. A. B. et al. Uma breve história sobre o surgimento e desenvolvimento do capitalismo. Caderno de Graduação-Ciências Humanas e Sociais-UNIT, v. 2, n. 3, p. 125-137, 2015.

ZEITHAML, V. A.; BITNER, M. J.; GREMLER, D. D. Marketing de Serviços: a empresa com foco no cliente. 6. ed. Porto Alegre: AMGH, 2014.




DOI: https://doi.org/10.22279/navus.2018.v8n3.p23-36.654

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




NAVUS - Revista de Gestão e Tecnologia, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. ISSN - 2237-4558 

Membro da Associação Brasileira de Editores Científicos 

 

Desde 18/10/2017

 

Licença Creative Commons

Os originais publicados na Navus estão disponibilizados de acordo com a Licença Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-Vedada a criação de obras derivadas 3.0 Brasil.