Inovações frugais em empreendimentos sociais de serviços financeiros em Fortaleza e região Metropolitana

Ezequiel Alves Lobo, Ana Cristina Batista dos Santos, José Iran Batista de Melo Filho, Brenno Buarque, Domingos Albano Matos de Menezes

Resumo


Este estudo tem como objetivo compreender o processo de inovações frugais em empreendimentos sociais de serviços financeiros na região metropolitana de Fortaleza. Foi utilizada a técnica de entrevista para coleta dos dados, que foram analisados por meio de análise temática de conteúdo. Após a análise das narrativas emergiram quatro temas que foram dominantes nas entrevistas: história, propósito e objetivo, inovação e inclusão social e dificuldades. Foram identificadas as inovações frugais presentes nos empreendimentos sociais e o seu processo, sendo possível visualizar a situação das comunidades beneficiadas antes e depois dessas inovações. Além disso, foi observado que a perspectiva de inovação presente nos empreendimentos sociais está baseada na inclusão social.


Palavras-chave


Inovação frugal. Serviços financeiros. Empreendimentos sociais.

Texto completo:

PDF HTML

Referências


ALTMANN, P.; ENGBERG, R. Frugal Innovation and Knowledge Transferability: Innovation for Emerging Markets Using Home-Based R&D Western firms aiming to develop products for emerging markets may face knowledge transfer barriers that favor a home-based approach to frugal innovation. Research-Technology Management, v. 59, n. 1, p. 48-55, 2016.

ASHOKA. Empreendedorismo social e agentes de transformação social como forma de inclusão. Disponível em: http://www.ashoka.org.br. Acesso em: 28 jun. 2018.

BARDIN, L. Análise de conteúdo. Lisboa: Edições 70, 1977.

BRAGA, J. Motivações ao empreendedorismo social. Dissertação de Mestrado. 2013. 118 f. Dissertação (Mestrado em gestão de Serviços). Faculdade de Economia, Universidade do Porto, Portugal, 2013.

BHATTI, Y. A. What is frugal, what is innovation? Towards a theory of frugal innovation. Towards a Theory of Frugal Innovation (February 1, 2012), 2012.

BHATTI, Y. A.; VENTRESCA, M. How can ‘frugal innovation’be conceptualized?. Available at SSRN 2203552, 2013.

BIANCHI, C. et al. Healthcare frugal innovation: a solving problem rationale under scarcity conditions. Technology in Society, v. 51, p. 74-80, 2017.

DACIN, M. T.; DACIN, P. A.; TRACEY, P. Social entrepreneurship: A critique and future directions. Organization science, v. 22, n. 5, p. 1203-1213, 2011..

FISCHER, R. M.; COMINI, G. Sustainable development: from responsibility to entrepreneurship. Revista de Administração (São Paulo), v. 47, n. 3, p. 363-369, 2012.

GENU, M. J.; MACHADO, L. C. R.; GÓMEZ, C. R. P.; PEREIRA, L. C. A. Identificação do processo de inovação social em empreendimentos sociais incubados. SEMINÁRIOS EM ADMINISTRAÇÃO, 20., 2017, São Paulo. Anais [...] São Paulo: SEMEAD, 2017.

HYYPIÄ, M; KHAN, R. Overcoming barriers to frugal innovation: Emerging opportunities for Finnish SMEs in Brazilian markets. Technology Innovation Management Review, v. 8, n. 4, p. 38-48, 2018.

LELIVELD, A.; KNORRINGA, P. Frugal Innovation and development research. The European Journal of Development Research, v.30, n 1, p. 1-16, 2017.

DE MELO NETO, F. P.; FROES, C. Empreendedorismo social: a transição para a sociedade sustentável. Qualitymark Editora Ltda, 2002.

MINAYO, M. C. S. O desafio do conhecimento. In: O desafio do conhecimento. 2011. p. 269-269.

MELKAS, H.; OIKARINEN, T.; PEKKARINEN, S. Understanding frugal innovation: a case study of university professionals in developed countries. Innovation and development, v. 9, n. 1, p. 25-40, 2019.

ONOZATO, E.; TEIXEIRA, R. M. Empreendedorismo social e a criação de uma organização do terceiro setor: o estudo de caso da Aliança Empreendedora. REDES: Revista do Desenvolvimento Regional, v. 18, n. 1, p. 43-66, 2013.

OLIVEIRA, E. M. Empreendedorismo social no Brasil: atual configuração, perspectivas e desafios–notas introdutórias. Revista da FAE, v. 7, n. 2, 2004.

PEREDO, A.M; MCLEAN, M. Social entrepreneurship: A critical review of the concept. Journal of world business, v. 41, n. 1, p. 56-65, 2006.

PRAHALAD, C. K. A riqueza na base da pirâmide. Bookman, Porto Alegre 2005.

PERVEZ, T.; MARITZ, A.; WAAL, A. Innovation and social entrepreneurship at the bottom of the pyramid conceptual framework. South African Journal of Economic and Management Sciences, v. 16, n. 5, p. 54-66, 2013.

PIRES, A. P. Amostragem e pesquisa qualitativa: ensaio teórico e metodológico. In: POUPART, J.; DESLAURIERS, J. P.; GROULX, L. H.; LAPIÈRRE, A.; ROBERT MAYER, R.; PIRES, A. A pesquisa qualitativa: enfoques epistemológicos e metodológicos. I tradução de Ana Cristina Nasser. - Petrópolis, Rio de Janeiro: Vozes, 2008

PISONI, A.; MICHELINI, L.; MARTIGNONI, G. Frugal approach to innovation: State of the art and future perspectives. Journal of Cleaner Production, v. 171, p. 107-126, 2017.

RADJOU, N.; PRABHU, J; AHUJA, S. Jugaad innovation: Think frugal, be flexible, generate breakthrough growth. John Wiley & Sons, 2012.

ROSOLEN, T.; TISCOSKI, G. P.; COMINI, G. M. Empreendedorismo Social e Negócios Sociais: um estudo bibliométrico da publicação nacional e internacional. Revista interdisciplinar de gestão social, v. 3, n. 1, jan./abr., p. 85-105, 2014.

RODRIGUES, F. G.; XAVIER, J. N.; SOUSA, W. D.; NASCIMENTO, J. B.; BERNARDES, J. R. O microcrédito como ferramenta de desenvolvimento socioeconômico para os empreendedores e seus pequenos empreendimentos: um estudo de caso sobre o Crediamigo em Petrolina-PE. Revista Eletrônica Gestão & Saúde, v. 1, n. 1, p. 1002-1026, 2015.

TAN, W. L.; WILLIAMS, J.; TAN, T.-M. Defining the ‘Social’ in ‘Social Entrepreneurship: altruism and entrepreneurship. International Entrepreneurship and Management Journal, n. 1, p. 353-365, 2005.

VERGARA, S. C. Projetos e Relatórios de Pesquisa em Administração. 2ª ed. São Paulo: Atlas, 1998.

WINTERHALTER, S.; ZESCHKY, M. B.; NEUMANN, L.; GASSMMAN, O. Business Models for Frugal Innovation in Emerging Markets: The Case of the Medical Device and Laboratory Equipment Industry. Technovation, v. 66, p. 3-13, 2017.




DOI: https://doi.org/10.22279/navus.2021.v11.p01-13.1442

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




NAVUS - Revista de Gestão e Tecnologia, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. ISSN - 2237-4558 

Membro da Associação Brasileira de Editores Científicos 

 

Desde 18/10/2017

 

Licença Creative Commons

Os originais publicados na Navus estão disponibilizados de acordo com a Licença Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-Vedada a criação de obras derivadas 3.0 Brasil.