Sustentabilidade como direcionador de evolução dos sistemas de medição de desempenho

Luciana Rosa Leite, Juliano Bezerra de Araujo, Roberto Antonio Martins

Resumo


Este artigo tem por objetivo discutir como a sustentabilidade pode ser considerada um direcionador de evolução dos sistemas de medição de desempenho (SMDs). Historicamente, a evolução dos SMDs é reativa às mudanças que ocorrem tanto nos ambientes internos como externos das organizações. Foi dessa forma que SMDs tradicionais, evoluíram para modelos mais adequados com a realidade competitiva do final dos anos 1980. O mesmo fenômeno pode estar ocorrendo novamente. O indutor desta vez é a necessidade das organizações de atuarem de maneira mais sustentável. Isto pode estar provocando as mudanças nos SMDs em termos de medidas de desempenho, sistemas de medição de desempenho, infra-estrutura, e uso e formas de disseminação da informação.


Palavras-chave


Sistemas de medição de desempenho; indicadores de desempenho; Sustentabilidade; Triple Bottom Line.

Texto completo:

♪AUDIO♪ PDF


DOI: https://doi.org/10.22279/navus.2011.v1n1.p51-66.9

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




NAVUS - Revista de Gestão e Tecnologia, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. ISSN - 2237-4558 

Membro da Associação Brasileira de Editores Científicos 

 

Desde 18/10/2017

 

Licença Creative Commons

Os originais publicados na Navus estão disponibilizados de acordo com a Licença Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-Vedada a criação de obras derivadas 3.0 Brasil.