Indicadores de desempenho para fretes rodoviários: estudo de caso aplicado à empresa do segmento de confecções

Letícia Sandrin, Moacir Francisco Deimling

Resumo


Com a competitividade do mercado é comum que as empresas busquem alternativas para promover a sustentabilidade empresarial, otimizando assim os resultados. Considerando os custos, é importante controlá-los de forma que se tenha gestão para aqueles valores de maior proporção. Ao identificar que os custos com logística representam de 4% a 30% das vendas, e fretes com distribuição física oscilam de 7% a 9%, identifica-se relevância na execução desse controle. A presente pesquisa possui o objetivo de analisar indicadores para ponderar serviços terceirizados de fretes pagos, em uma indústria do ramo de confecções. A metodologia empregada é caracterizada quanto aos fins de abordagem mista com predominância quantitativa e uma pesquisa aplicada. Quanto aos meios é considerada de campo e estudo de caso. O estudo possibilitou levantar indicadores de desempenho de fretes e projetá-los na contratação do serviço. A inferência permitiu construir indicadores que possibilitam realizar apreciações tanto qualitativas do frete terceirizado, quanto quantitativas.

Palavras-chave


Logística. Frete. Indicadores. Desempenho.

Texto completo:

PDF HTML

Referências


ÂNGELO, L. B. Indicadores de desempenho logístico. 2005. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, 2005.

APPOLINÁRIO, Fábio. Metodologia da ciência: filosofia e prática da pesquisa. 2. ed. São Paulo: Cengage Learning, 2012.

BALLOU, Ronald H. Gerenciamento da cadeia de suprimentos: planejamento, organização e logística empresarial. Porto Alegre: Bookman, 2006.

BOWERSOX, Donald J. et al. Gestão logística da cadeia de suprimentos. 4. ed. Porto Alegre: AMGH, 2014.

CASTIGLIONI, José Antonio de Mattos; NASCIMENTO, Francisco Carlos do. Custos de processos logísticos. 1. ed. São Paulo: Érica, 2014.

CNT. Frete deve ter reajuste médio de 14% neste ano: elevação dos custos e defasagem de preços provocação aumento. 2014. Disponível em: https://www.cnt.org.br/agencia-cnt/ntc-logistica-preco-frete-defasagem-economia-transporte-31012014. Acesso em: 20 jun. 2019.

CRESWELL, John W. Projeto de pesquisa: Métodos qualitativo, quantitativo e misto. 3. ed. Porto Alegre: Artmed, 2010.

DIAS, Marco Aurélio P. Administração de materiais: princípios, conceitos e gestão. 6 ed. São Paulo: Atlas, 2012.

FISCHMANN, Adalberto A.; ZILBER, Moisés A. Utilização de indicadores de desempenho como instrumento de suporte à gestão estratégica. [1999]. Disponível em: http://www.anpad.org.br/admin/pdf/enanpad1999-ae-11.pdf. Acesso em: 09 fev. 2016.

FLEURY, Paulo Fernando; AVILA, Marcos Gonçalves; WANKE, Peter. Em busca da Eficiência no transporte terceirizado: estrutura de custos, parcerias e eliminação de desperdícios. Revista Gestão & Produção, v. 4, n. 2, p. 219-233, ago. 1997. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/gp/v4n2/a09v4n2.pdf. Acesso em: 27 abr. 2015.

FUNDAÇÃO DOM CABRAL. Custos logísticos no Brasil. Núcleo de logística, Supply Chain e Infraestrutura. 2017. Disponível em: https://www.fdc.org.br/conhecimento-site/nucleos-de-pesquisa-site/Materiais/pesquisa-custos-logisticos2017.pdf. Acesso em 10 jun. 2019.

LAKATOS, Eva Maria; MARCONI, Marina de Andrade. Fundamentos de metodologia científica. 7. ed. São Paulo: Atlas, 2011.

MARTINS, Ricardo S.; LOBO, Débora da Silva; ARAÚJO, Maria da Piedade. Sazonalidade nos fretes e preferências dos embargadores no mercado de transporte de granéis agrícolas. Revista de Economia e Administração, Toledo, PR, v. 4, n. 1, p. 68-96, jan./mar. 2005. Disponível em: http://www.cepead.face.ufmg.br/files/nucleos/nipe_log/Artigo6.pdf. Acesso em: 27 abr. 2015.

MARTINS, Roberto Antonio; NETO, Pedro Luiz de Oliveira Costa. Indicadores de desempenho para a gestão pela qualidade total: uma proposta de sistematização. Revista Gestão & Produção, São Paulo, v. 3, n. 3, p. 298-311, dez. 1998. Disponível em: http://www.dep.ufscar.br/admin/upload/ARTIGO_1148385976.PDF. Acesso em: 27 abr. 2015.

RITA, João L. de S. Estratégia de contratação de fretes: um estudo de caso na indústria de cimento. Dissertação (Mestrado em Engenharia da Produção) – Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2016. Disponível em: http://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/23973/23973_1.PDF. Acesso em: 09 fev. 2016.

TABOADA, Carlos. Gestão de tecnologia e inovação na logística. Curitiba: IESDE Brasil S.A., 2009.

VERGARA, Sylvia Constant. Projetos e relatórios de pesquisa em administração. São Paulo: Atlas S.A, 2013.

VIEIRA, Guilherme Berman Borges. Transporte internacional de cargas. 2. ed. São Paulo: Aduaneiras, 2003.

YIN, Robert K. Estudo de caso: planejamento e métodos. 4. ed. Porto Alegre: Bookman, 2010.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




NAVUS - Revista de Gestão e Tecnologia, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. ISSN - 2237-4558 

Membro da Associação Brasileira de Editores Científicos 

 

Desde 18/10/2017

 

Licença Creative Commons

Os originais publicados na Navus estão disponibilizados de acordo com a Licença Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-Vedada a criação de obras derivadas 3.0 Brasil.