Os empreendedores de vinhos de altitude do planalto catarinense

Nubia Alves de Carvalho Ferreira, Carlos Luiz Nunes Júnior, Álvaro Guillermo Rojas Lezana

Resumo


O objetivo desse estudo é analisar e classificar os empreendedores de vinhos de altitude do Planalto Catarinense, por meio da utilização da tipologia de Westhead; Wright (1998). Esses autores apontam três tipos - o noviço/iniciante, o serial e o de portfólio. Para tanto, analisa quais são as características empreendedoras utilizadas. Verifica ainda se o fato de possuírem experiência em outros setores colabora para a consolidação dessa nova atividade. Trata-se de uma abordagem qualitativa, sendo a pesquisa do tipo exploratória e configura-se como um estudo de caso. Os dados foram coletados por meio de pesquisa a sites, revistas, documentos e pessoas envolvidas no processo de formação e gestão dos empreendimentos em vinhos de altitude e, sobretudo, por meio de entrevistas semi-estruturadas com os empreendedores. Os resultados obtidos demonstram a tipologia portfólio, evidencia as habilidades como a característica preponderante desses empreendedores e confirmam outros trabalhos e cases pesquisados e apresentados na literatura. Ressalva-se a necessidade de novas pesquisas, em profundidade e maior número de entrevistados.

 


Palavras-chave


Vinhos de altitude; Empreendedores; Portfólio

Texto completo:

♪AUDIO♪ PDF


DOI: https://doi.org/10.22279/navus.2011.v1n1.p67-81.8

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




NAVUS - Revista de Gestão e Tecnologia, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. ISSN - 2237-4558 

Membro da Associação Brasileira de Editores Científicos 

 

Desde 18/10/2017

 

Licença Creative Commons

Os originais publicados na Navus estão disponibilizados de acordo com a Licença Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-Vedada a criação de obras derivadas 3.0 Brasil.