Dados abertos: um estudo em trabalhos acadêmicos no contexto brasileiro

Claudio Sonaglio Albano, Walter Leaes Jr, Kathiane Benedetti Corso

Resumo


O presente artigo tem como principal proposta de contribuição apresentar um panorama dos trabalhos desenvolvidos, no contexto brasileiro, sobre o tema dados abertos e publicados em bases eletrônicas de trabalhos acadêmicos. Como suporte teórico para o estudo foram abordados os temas: bibliometria, governo aberto e dados abertos. Trata-se de um trabalho de natureza exploratória, com abordagem quantitativa, desenvolvido por intermédio de uma pesquisa bibliográfica. O ambiente da pesquisa, representado pelas bases de dados consultadas foram orientadas pela classificação Qualis, onde o recorte foi nos periódicos classificados como A1, A2, B1 e B2, nas áreas de Ciências Políticas, Administração e Ciências Sociais Aplicadas, bem como a plataforma Spell. Foram encontrados 17 artigos relacionados ao tema dados abertos, distribuído em 14 periódicos. Constatou-se que o tema é recente no cenário acadêmico brasileiro, a maior parte dos trabalhos tem foco no segmento governo. Para apresentar um panorama dos trabalhos foram identificados os autores que publicam trabalhos, respectivas instituições, periódicos que publicam e contexto no qual os trabalhos foram desenvolvidos.


Palavras-chave


Bibliometria. Dados abertos. Produção acadêmica.

Texto completo:

PDF HTML

Referências


ALBANO, C. S. Dados Governamentais Abertos: Proposta de um modelo de produção e utilização de informações sob a ótica conceitual da cadeia de valor. Tese (Doutorado). 2014. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da Universidade de São Paulo, São Paulo, 2014. Disponível em: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/12/12139/tde-03062014-170642/pt-br.php. 2014. Acesso em: 13 mar. 2016.

ALBANO, C. S.; REINHARD, N. Desafios para governos e sociedade no ecossistema brasileiro de dados governamentais abertos (DGA). Cadernos Gestão Pública e Cidadania, v. 20, n. 67, p. 214-234, 2015.

AMARAL, R. M. et al. Uma visão da produção científica nos Anais do Encontro Nacional de Engenharia de Produção através da Bibliometria. In: ENCONTRO NACIONAL DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO, 24., 2004, Florianópolis. Anais [...]. Florianópolis: ENANPAD, 2004.

ANGÉLICO, F. Lei de Acesso à Informação Pública e seus possíveis desdobramentos para a accountability democrática no Brasil. 2012. Dissertação (Mestrado) - Escola de Administração de Empresas de São Paulo, Fundação Getúlio Vargas. 2012. Disponível em: http://bibliotecadigital.fgv.br/dspace/handle/10438/9905. 2012. Acesso em: 10 set. 2016.

BRAGA, L. V.; GOMES, R. C. Governo Eletrônico e seu relacionamento com o desenvolvimento econômico e humano: Um estudo comparativo internacional. Revista do Serviço Público, v. 66, n. 4, p. 523-556, 2015.

BRASIL. Declaração de Governo Aberto. [2011]. Disponível em: http://www.governoaberto.cgu.gov.br/central-de-conteudo/documentos/arquivos/declaracao-governo-aberto.pdf. 2011. Acesso em: 15 maio 2106.

CLABO, N. RAMOS-VIELBA, I. Reutilización de Datos Abiertos em la Administración Pública em España y uso de Licencias-Tipo. Revista Española de Documentación Científica, v. 39, n. 3, e097, 2015.

DELOITTE L. L. P. Open Data: Driving growth, ingenuity and innovation. London: Deloitte ToucheTohmatsuLimited. [2017]. Disponível em: https://www2.deloitte.com/content/dam/Deloitte/uk/Documents/deloitte-analytics/open-data-driving-growth-ingenuity-and-innovation.pdf. 2012. Acesso em: 20 abr. 2017.

FREITAS, R. K. V.; DACORSO, A. L. R. Inovação aberta na gestão pública: análise do plano de ação brasileiro para a Open Government Partnership. Revista Administração Pública, Rio de Janeiro, v. 48, n. 4, p. 869-888, 2014.

GUEDES, V.; BORSCHIVER, S. Bibliometria: uma ferramenta estatística para a gestão da informação e do conhecimento, em sistemas de informação, de comunicação e de avaliação científica e tecnológica. In: ENCONTRO NACIONAL DE CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO, 6., 2005, Salvador. Anais [...]. Salvador, BA: UFBA, 2005.

GIL, A. C. Métodos e Técnicas de Pesquisa Social. 6. ed. São Paulo: Atlas, 2008.

GURSTEIN, M. Open data: Empowering the empowered or effective data use for everyone? [2011]. Disponível em: http://firstmonday.org/ojs/index.php/fm/article/view/3316/2764. 2011. Acesso em: 20 set. 2016.

HARRISON, T. M.; PARDO, T. A.; COOK, M. Creating Open Government Ecosystems: A Research and Development Agenda. Future.Internet, v. 4, p. 900-928, 2012.

HELLBERG, A. Policy, Process, People and Public Data. [2014]. Disponível em: https://link.springer.com/chapter/10.1007/978-3-662-44426-9_22. Acesso em: 10 mar. 2019.

JANSSEN, M.; CHARALABIDIS, Y.; ZUIDERWIJK, A. Benefits, Adoption Barriers and Myths of Open Data and Open Government. Information Systems Management, v. 2, n. 4, p. 258–268, 2012.

JOHNSON, J. A. From open data to information justice. Ethics and Information Technology, v. 16, n. 4, p. 263-274, 2014.

KLEIN, R. H.; LUCIANO, E.M.; MACADAR, M. A. Grau de transparência de dados abertos governamentais do site dados.rs.gov.br. E&G Economia e Gestão, Belo Horizonte, v. 15, n. 41, p. 256-285, 2015.

LATHROP, D., RUMA, L. Open Government: Collaboration, Transparency, and Parcipation in Practice O’Peilly Media: Sebastopol, CA, USA. 2010.

McKINSEY, C. GI. Open data: Unlocking innovation and performance with liquid information. [2013]. Disponível em: http://www.mckinsey.com/Insights/MGI/Research/Technology_and_Innovation. Acesso em: 10 jul. 2016.

MIGUEL, P. A. C. Metodologia de Pesquisa em Engenharia de Produção d Gestão de Operações. 2. ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2012.

MORAES, G. H. S. M.; MEIRELLES, F. S. Adoção de Governo Eletrônico no Brasil: A perspectiva do usuário do programa Nota Fiscal Paulista. In: ENCONTRO NACIONAL DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO, 38., 2014, Rio de Janeiro. Anais [...]. Rio de Janeiro: ANPA, 2014.

OLIVERIO, M. A. Governo Aberto como Ferramenta de Comunicação Entre o Governo e o Cidadão. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE CIÊNCIAS DE COMUNICAÇÃO, 34., 2011, Recife. Anais [...]. Recife: Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação, 2011.

ONU. Global e-government read inessreport 2004: Towards access for opportunity. Nova York: ONU, 2004.

PARYCEK, P.; HOCHTL, J.; GINNER, M. Open Government Data Implementation Evaluation. J. theor.appl. electron. commer. res., Talca, v. 9, n. 2, p. 80-99, 2014.

PRINCE, A.; JOLÍAS, L.; BRYS, C. Análisis de la cadena de valor del ecosistema de Datos Abiertos de la Ciudad de Buenos Aires. [2013]. Disponível em: http://www.princeconsulting.biz/pdf/7.pdf. 2013. Acesso em: 17 maio 2016.

SANTOS NETO, A. L. et al. Tecnologias de dados abertos para interligar bibliotecas, arquivos e museus: um caso machadiano. TransInformação, v. 25, n. 1, p. 81-87, 2013.

SAPENA, A. F.; PESET, F.; BENAVENT, R. A. Acesso a Los Datos Públicos y su Reutulización: opendata y open government. El profesional de lainformación, v. 20, n. 3, p. 259-268, 2011.

SPLITTER, K.; ROSA, C. A. Genealogia dos trabalhos bibliométricos em contabilidade. In: CONGRESSO USP DE CONTROLADORIA E CONTABILIDADE, 12., 2012, São Paulo. Anais [...]. São Paulo: USP, 2012.

SPLITTER, K.; ROSA, C. A. R.; BORBA, J. A. Uma Análise das Características dos Trabalhos “Ditos” Bibliométricos Publicados no Enanpad entre 2000 e 2011. In: ENCONTRO NACIONAL DE ENGENHARIA DA PRODUÇÃO, 36., 2012, Rio de Janeiro. Anais [...]. Rio de Janeiro: ANPAD, 2012.

UBALDI, B. Open Government Data: Towards Empirical Analysis of Open Government Data Initiatives, OECD Working Papers on Public Governance. 2013. Disponível em: http://www.oecd-ilibrary.org/governance/open-government-data_5k46bj4f03s7-en. Acesso em: 15 jun. 2017.

ROBINSON, D.; ZELLER, W.; YU, D. Government data and the invisible hand. Yale Journal of Law and Technology, v. 11, n. 160, artigo 4, 2009.

W3C. Manual dos Dados Abertos: governo. [2011]. Disponível em: http://www.w3c.br/pub/Materia’is/PublicacoesW3C/Manual_Dados_Abertos_WEB.pdf. 2011. Acesso em: 16 maio 2016.




DOI: https://doi.org/10.22279/navus.2019.v9n2.p135-147.770

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




NAVUS - Revista de Gestão e Tecnologia, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. ISSN - 2237-4558 

Membro da Associação Brasileira de Editores Científicos 

 

Desde 18/10/2017

 

Licença Creative Commons

Os originais publicados na Navus estão disponibilizados de acordo com a Licença Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-Vedada a criação de obras derivadas 3.0 Brasil.