Usabilidade e transparência da informação: um estudo do aplicativo Transparência Móvel-SC

Wilnei Aldir Schneider, Tainá Apoena Bueno de Oliveira, Gabriel de Andrade Conradi Barni, Marcelo Gitirana Gomes Ferreira, Rafael Tezza

Resumo


A apresentação da informação e a interatividade em dispositivos móveis vêm sendo um desafio tanto para ciência da informação quanto para computação. Neste meio, a usabilidade ganha destaque e torna-se central, seja no âmbito comercial ou público. No âmbito público, portais de transparência, também acessados de dispositivos móveis, apresentam particularidades de interfaces que podem inibir ou potencializar o uso de aplicativos criados para este fim. Neste contexto, o presente artigo analisa as possíveis causas do baixo uso, em comparação aos acessos por computador ou notebook, do Aplicativo Transparência Móvel-SC para dispositivos móveis. O objetivo do estudo foi identificar possíveis dificuldades que limitem os usuários de dispositivos móveis a acessarem o sistema. Enquanto que o acesso a websites comerciais por meio de dispositivos móveis ultrapassa a casa dos 30%, o acesso ao Aplicativo Transparência Móvel-SC ainda permanece abaixo de 1%. Para isso, testes de usabilidade foram realizados. Com base nos resultados obtidos, considera-se que a presente pesquisa revelou as dificuldades mais críticas que os usuários de dispositivos móveis enfrentam durante o uso do Aplicativo Transparência Móvel-SC. Acredita-se que as dificuldades encontradas nesta pesquisa poderão ser utilizadas na melhoria de aplicativos semelhantes, o que poderia gerar maior utilização por parte dos cidadãos.


Palavras-chave


Usabilidade. Aplicativo. Portal da transparência. Smartphone.

Texto completo:

PDF HTML

Referências


COURSARIS, C.; KIM, D. A qualitative review of empirical mobile usability studies. In: Americas Conference on Information Systems (AMCIS) 2006 Proceedings, Paper 352, 2006. Disponível em: . Acesso em: 29 jun. 2016.

DA COSTA, L. F.; RAMALHO, F. A. A usabilidade nos estudos de uso da informação: em cena, usuários e sistemas interativos de informação. Perspectivas em Ciência da Informação, v. 15, n. 1, p. 92-117, 2010.

E-BIT. Webshoppers. 33ª ed., 2016. Disponível em: Acesso: 27 jun. 2016.

HARRISON, R.; FLOOD, D.; DUCE, D. Usability of mobile applications: literature review and rationale for a new usability model. Journal of Interaction Science, v. 1, n. 1, p. 1-16, 2013.

HUANG, Z.; BENYOUCEF, M. Usability and credibility of e-government websites. Government Information Quarterly, v. 31, n. 4, p. 584-595, 2014.

ISO 9241. Ergonomic requirements for office work with visual display terminals (VDTs). Part 11 Guidance on usability; Draft International Standard ISO, 1998.

LEE, Y.; KOZAR, K. A. Understanding of website usability: Specifying and measuring constructs and their relationships. Decision Support Systems, v. 52, p. 450-463, 2012.

NIELSEN, J. 10 Usability Heuristics for User Interface Design. Nielsen Norman Group. Jan, 1995. Disponível em: Acesso em: 16 jul. 2016.

NIELSEN, J. Usability Engineering. California: Morgan Kaufmann , 1993.

NIELSEN, J.; BUDIU, R. Usabilidade móvel. 1. ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2014. Tradução: Sergio Facchim. Rev. Técnica: Yvi Alan da Silva Lacerda.

NIELSEN, J.; MOLICH, R. Heuristic Evaluation of User Interfaces. CHI '90 Proceedings of the SIGCHI Conference on Human Factors in Computing Systems, p. 249-256, 1990.

PADILHA, A. V. Usabilidade na Web: uma Proposta de Questionário para Avaliação do Grau de Satisfação de Usuários do Comércio Eletrônico. 104 f. Dissertação (Mestrado) - Curso de Ciência da Computação, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2004.

PLATT NETO, O. A.; CRUZ, F.; VIEIRA, A. L. A evolução das práticas de uso da internet para divulgação das contas públicas na Universidade Federal de Santa Catarina. Revista Gestão Universitária na América Latina – GUAL, v. 3, n. 1, p. 1-14, 2010.

ROSA, J. M.; VERAS, M.. Avaliação Heurística de Usabilidade em Jornais Online-Estudo de Caso em Dois Sites. Perspectivas em Ciência da Informação, v. 18, n. 1, p. 138-157, 2013.

RUBIN, J.; CHISNELL, D. Handbook of Usability Testing: How to Plan, Design, and Conduct Effective Tests. 2. ed. Indianapolis: Wiley Publishing, Inc., 2008.

SANTA CATARINA. Portal da Transparência do Poder Executivo de Santa Catarina. Estado de Santa Catarina, Brasil, 2016. Disponível em: . Acesso em: 15 jul. 2016.

SANTAMARIA, S. O.; MONTERO, Y. H. Análise e avaliação de sites universitários espanhóis do processo de Bolonha. Perspectivas em Ciência da Informação, v. 18, n. 4, p. 70-92, 2013.

SIMERAL, E. J.; BRANAGHAN, R. J. A comparative analysis of heuristic and usability evaluation methods. In: Annual conference: society for technical communication, v. 44, p. 307-309, 1997.

STIENMETZ, J. L.; LEVY, S. E.; BOO, S. Factors Influencing the Usability of Mobile Destination Management Organization Websites. Journal of Travel Research, v. 52, n. 4, p. 453-464, 2012.

TULLIS, T.; ALBERT, W. Measuring the user experience: collecting, analyzing, and presenting usability metrics. Burlington: Morgan Kaufman, 2008.

TULLIS, T. S.; STETSON, J. N. A comparison of questionnaires for assessing website usability. In: Usability Professional Association Conference, p. 1-12, 2004.

VÉLEZ, O. et al. A Usability Study of a Mobile Health Application for Rural Ghanaian Midwives. Journal of Midwifery &Women’s Health, v. 59, p. 184-191, 2014.

WEI, Q.; CHANG, Z.; CHENG, Q. Usability study of the mobile library App: an example from Chongqing University. Library Hi Tech, v. 33, n. 3, p. 340-355, 2015.

WINCKLER, M.; PIMENTA, M. S. Avaliação de usabilidade de sites web. Escola de Informática da SBC SUL. Porto Alegre: Sociedade Brasileira de Computação (SBC), v. 1, p. 85-137, 2002.

YEH, S.-T.; FONTENELLE, C. Usability study of a mobile website: the Health Sciences Library, University of Colorado Anschutz Medical Campus, experience. Journal of the Medical Library Association, v. 100, n. 1, p. 64-68, 2012.




DOI: https://doi.org/10.22279/navus.2018.v8n4.p53-68.714

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




NAVUS - Revista de Gestão e Tecnologia, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. ISSN - 2237-4558 

Membro da Associação Brasileira de Editores Científicos 

 

Desde 18/10/2017

 

Licença Creative Commons

Os originais publicados na Navus estão disponibilizados de acordo com a Licença Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-Vedada a criação de obras derivadas 3.0 Brasil.