A eficiência das redes sociais em processos de recrutamento organizacional

Cecilia Nascimento Cassiano, Luciana Campos Lima, Tatiani dos Santos Zuppani

Resumo


Os avanços tecnológicos têm promovido mudanças sociais e, consequentemente, afetado o modo de gerir pessoas nas organizações. Neste sentido, este estudo se propõe a analisar a percepção de recrutadores sobre a eficiência do uso de redes sociais no processo de recrutamento organizacional. O referencial teórico que fundamentou o desenvolvimento do objetivo da pesquisa abordou os temas: Gestão Estratégica de Recursos Humanos e recrutamento; e-RH e práticas virtuais de recrutamento. Para tanto, realizou-se um estudo de caso, exploratório e descritivo com abordagem quantitativa. O questionário foi respondido por 45 recrutadores de quatro diferentes linhas de negócio da empresa ManpowerGroup. Os achados evidenciaram que, na percepção dos recrutadores, as redes sociais são eficientes na busca e identificação de candidatos nos processos de recrutamento organizacional comparativamente ao uso de outras estratégias, pois permite a rápida identificação de candidatos com perfil aderente à vaga. Diante dos resultados encontrados, sugerem-se investigações que ampliem a amostra ao ponto de favorecer a investigação dos questionamentos levantados.

 


Palavras-chave


e-RH. Recrutamento de pessoas. Gestão de Recursos Humanos. Gestão de Pessoas.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22279/navus.2016.v6n2.p52-67.362

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




NAVUS - Revista de Gestão e Tecnologia, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. ISSN - 2237-4558 

Membro da Associação Brasileira de Editores Científicos 

 

Desde 18/10/2017

 

Licença Creative Commons

Os originais publicados na Navus estão disponibilizados de acordo com a Licença Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-Vedada a criação de obras derivadas 3.0 Brasil.