Os benefícios extrassalariais no âmbito da remuneração: um diagnóstico da prática empresarial em um município do interior do estado do Paraná

Márcio Luiz Bernardim, Joceliane Antunes Araújo

Resumo


Este artigo apresenta o resultado de uma pesquisa sobre o uso de benefícios extrassalariais como estratégia de complementação da remuneração. Estudando autores que tratam das políticas salariais moldadas no âmbito do sistema capitalista de produção, faz-se uma retrospectiva da utilização dos benefícios como forma de recompensa aos trabalhadores. A perda do poder de compra do salário mínimo, desde a sua implementação no Brasil, também é percebida como indutora de novas formas de remuneração e, consequentemente, de benefícios. Os dados de uma pesquisa de campo junto a empresas instaladas em um município de porte médio localizado no interior do Paraná, permitiu a comparação com os resultados de outro levantamento, feito por uma empresa de consultoria em âmbito nacional. Desse cotejamento foi possível uma análise dos benefícios praticados na região pesquisada e da importância deles para os trabalhadores dessas empresas.

 


Palavras-chave


Salários. Benefícios. Remuneração. Salário mínimo.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22279/navus.2016.v6n2.p79-92.320

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




NAVUS - Revista de Gestão e Tecnologia, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. ISSN - 2237-4558 

Membro da Associação Brasileira de Editores Científicos 

 

Desde 18/10/2017

 

Licença Creative Commons

Os originais publicados na Navus estão disponibilizados de acordo com a Licença Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-Vedada a criação de obras derivadas 3.0 Brasil.