Análise de potenciais arranjos produtivos locais de cerâmica e desenvolvimento local: uma aplicação do índice de concentração normalizado

Keila Regina Mota Negrão, Sérgio Castro Gomes, Eugenia Rosa Cabral, Mário César dos Santos Carvalho

Resumo


Este artigo aborda os Arranjos Produtivos Locais (APLs) como forma de concentração de empresas e sua relação como o desenvolvimento local. Questiona-se em que medida a formação de APLs contribui para o desenvolvimento local? O aporte teórico apresenta a importância das concentrações de empresas, suas classificações, características particulares e relação com o desenvolvimento local. Tem como objetivo identificar locais com maior potencial para formação de APL de cerâmica, no estado do Pará e sua relevância para o desenvolvimento local. Para identificação dos APLs foi utilizado, o Índice de Concentração Normalizado (ICN), obtido a partir da aplicação da técnica estatística multivariada de componentes principais. O estudo identificou que nove municípios possuem forte potencial para formação de APL cerâmico, representando 74% do ICN do Estado na atividade, o que pode contribuir com o desenvolvimento local.

 


Palavras-chave


Arranjo Produtivo Local. Desenvolvimento Local. Índice de Concentração Normalizado.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22279/navus.2015.v5n4.p06-20.272

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




NAVUS - Revista de Gestão e Tecnologia, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. ISSN - 2237-4558 

Membro da Associação Brasileira de Editores Científicos 

 

Desde 18/10/2017

 

Licença Creative Commons

Os originais publicados na Navus estão disponibilizados de acordo com a Licença Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-Vedada a criação de obras derivadas 3.0 Brasil.