Serviço logístico de carga expressa no ramo bancário: uma experiência bem-sucedida

Geraldo Cardoso Oliveira Neto, Fábio Ytoshi Shibao

Resumo


O caso em estudo mostra a comparação entre dois modelos de serviços logísticos de um banco que decidiu terceirizar, em 2012, as atividades de apoio, serviço logístico expresso de entrega de cartões, malotes e documentos registrados, dentre outros, para um operador logístico. O método de pesquisa é quali-quantitativo, por intermédio de entrevista semiestruturada e observação participante na instituição pesquisada.  Os resultados mostraram, por meio de indicadores de desempenho de processo, a situação do período anterior à terceirização em 2011; posteriormente, avaliou-se o processo terceirizado, em 2012, que não obteve o resultado esperado pelo banco e, por fim, analisou-se o período de 2013, considerando o novo operador logístico e, dessa vez, mostrou-se um caso de sucesso. Um aspecto relevante deste estudo é mostrar a importância de se implementar indicadores de desempenho para o controle do processo para a tomada de decisão no que tange a melhorias e alinhamento dos objetivos do negócio, além de considerar nas decisões de terceirização os ganhos financeiros, levar em conta o aspecto estratégico da operação.

 


Palavras-chave


Logística. Operador logístico. Indicadores de desempenho. Carga Expressa.

Texto completo:

PDF Áudio


DOI: https://doi.org/10.22279/navus.2015.v5n2.p93-105.232

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




NAVUS - Revista de Gestão e Tecnologia, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. ISSN - 2237-4558 

Membro da Associação Brasileira de Editores Científicos 

 

Desde 18/10/2017

 

Licença Creative Commons

Os originais publicados na Navus estão disponibilizados de acordo com a Licença Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-Vedada a criação de obras derivadas 3.0 Brasil.