Consignação de estratégias a partir da análise ambiental: um estudo de caso do grupo JAN Bebidas

Deosir Flávio Lobo de Castro Júnior, Elvis Silveira-Martins, Márcio Nakayama Miura, Marcos Alexandre Schiavoni, Marcelo Augusto Menezes Deluca

Resumo


O objetivo da presente pesquisa é o de descrever e analisar o processo adaptativo do Grupo JAN Bebidas do período de 1992 até 2010, partindo do modelo de adaptação estratégica proposto por Hrebiniak e Joyce (1985). Registra-se que outros estudos também foram considerados como Astley e Van de Ven (1983) e Aldrich e Pfeffer (1976), no que tange às mudanças estratégicas, e o modelo de Miles e Snow (1978) para verificar a postura estratégica dos diretores do Grupo JAN Bebidas.  Quanto a metodologia, o estudo caracteriza-se como longitudinal, com abordagem qualitativa e descritiva. Assim, para a investigação, utilizou-se o método do estudo de caso. Na coleta dos dados, valendo-se da entrevista com diretores das áreas comercial e de produção, baseada em roteiro semi-estruturado. Assim, foi possível descrever o processo de adaptação estratégica e verificar que os principais fatores da adaptação foram causados por restrições ambientais.


Palavras-chave


Estratégia. Setor Produtivo. Bebidas.

Texto completo:

PDF Áudio


DOI: https://doi.org/10.22279/navus.2014.v4n2.p143-154.193

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




NAVUS - Revista de Gestão e Tecnologia, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. ISSN - 2237-4558 

Membro da Associação Brasileira de Editores Científicos 

 

Desde 18/10/2017

 

Licença Creative Commons

Os originais publicados na Navus estão disponibilizados de acordo com a Licença Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-Vedada a criação de obras derivadas 3.0 Brasil.