INOVAÇÃO NO SETOR DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO NO BRASIL – UMA ANÁLISE COMPARADA ENTRE INDÚSTRIA E SERVIÇO NO PERÍODO DE 2001 A 2011

Isadora de Castro Talamoni, Simone Vasconcelos Ribeiro Galina

Resumo


As Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC) promovem mudanças na economia mundial e contribuem para a construção da sociedade do conhecimento, na qual seu desenvolvimento é essencial. Nesse contexto, a inovação tecnológica torna-se fundamental, principalmente em um setor dinâmico como o de TIC. O presente artigo é baseado em estudo descritivo de dados quantitativos extraídos da Pesquisa de Inovação (PINTEC/IBGE) e analisa a evolução da inovação tecnológica no setor de TIC por meio da análise comparada entre atividades industriais e serviços para o período de 2001 a 2011. O intuito é proporcionar uma visão ampla do setor no que se refere ao seu desenvolvimento tecnológico e à sua contribuição para o desenvolvimento econômico e social do país. Os principais resultados indicam que o setor de TIC vem crescendo consideravelmente no Brasil nos últimos anos e possui grande potencial para se desenvolver ainda mais. Alguns obstáculos, no entanto, são significativos, e a falta de introdução de inovações para o mercado por parte das empresas brasileiras prejudica o seu crescimento. Pôde-se concluir que o setor de TIC no Brasil desenvolveu-se muito nos últimos anos, mas ainda precisa focar o seu crescimento no desenvolvimento do conhecimento e inovação.


Palavras-chave


Setor de TIC. Inovação Tecnológica. P&D. Serviços de TIC. Indústria de TIC.

Texto completo:

PDF Áudio


DOI: https://doi.org/10.22279/navus.2014.v4n2.p19-32.174

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




NAVUS - Revista de Gestão e Tecnologia, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. ISSN - 2237-4558 

Membro da Associação Brasileira de Editores Científicos 

 

Desde 18/10/2017

 

Licença Creative Commons

Os originais publicados na Navus estão disponibilizados de acordo com a Licença Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-Vedada a criação de obras derivadas 3.0 Brasil.