Treinamento e Desenvolvimento sob a ótica dos gestores: um estudo de cado no ramo alimentício

Evelin Panis Gil, Lenoir Hoeckesfeld, Luiz Henrique da Silva, Christiane Mendes Drozdek Pereira

Resumo


Diante de um cenário econômico competitivo, as organizações utilizam-se de técnicas de Treinamento e Desenvolvimento (T&D) para ampliar o desempenho de pessoas, desenvolver competências e adquirir novos conhecimentos que visem aumentar a satisfação do seu capital humano, preparando-os para os desafios e mudanças que possam ocorrer no ambiente social e laboral. O presente artigo buscou identificar possibilidades de melhorias no T&D em uma organização do ramo alimentício a partir da percepção de seus gestores. Trata-se de uma pesquisa qualitativa e descritiva, realizada em uma empresa do ramo alimentício da cidade de Alta Floresta (Mato Grosso). O instrumento para coleta de dados utilizado foi a entrevista semiestruturada aplicada com gestores da área de Recursos Humanos (RH), além de documentos disponibilizados pela empresa. Para análise dos dados foi utilizada a análise de conteúdo com categorização temática. Como resultado identificou-se a necessidade de investimentos na capacitação dos gestores de RH, líderes e principalmente, aos colaboradores da base industrial. Quanto ao desenvolvimento de lideranças, percebeu-se a necessidade de trabalhar práticas de comunicação entre líder e liderados, visando a melhoria das relações de trabalho. Considera-se, portanto, a importância de se pensar em ações de T&D de forma integrada com a Educação Corporativa, com o propósito de possibilitar aos colaboradores o seu desenvolvimento, além de, atender as necessidades estratégicas e operacionais da organização.


Palavras-chave


Treinamento. Desenvolvimento. Educação Corporativa. Capital Humano.

Texto completo:

PDF (English) HTML (English)

Referências


Amorim, W. A. C., Cruz, M. V. G., Sarsur, A. M., & Fischer, A. L. (2015). Políticas de educação corporativa e o processo de certificação bancária: distintos atores e perspectivas. Revista Eletrônica de Administração, 21(3), p. 622-647.

Araújo, L. C. G., & Garcia, A. A. (2009). Gestão de pessoas: estratégias e integração organizacional. (2. ed.) São Paulo: Atlas.

Azevedo, A. M. M. (2013). Gestão da sustentabilidade organizacional: inovação, aprendizagem e capital humano. Gestão & Conexões, 2(1), 231-238.

Bagattoli, S. L., & Muller, G. C. K. (2016). Treinamento e desenvolvimento de pessoal: agregando valor às pessoas e à organização. NAVUS - Revista de Gestão e Tecnologia, 6(2), 106-120.

Bardin, L. (2011). Análise de conteúdo. São Paulo: Edições 70.

Barrat-Pugh, L., Hodge, S., & Smith, E. (2018). Learning and development practitioners: identity, profession and future trajectory. Asia Pacific Journal of Human Resources, early view.

Bortoluzzi, F. R., Genari, D., & Macke, J. (2018). Capital humano nas organizações intensivas em conhecimento: desafios e perspectivas. Revista Inteligência Competitiva. 8(1), 44-79.

Botoli, W. (2017). Capacitação e desenvolvimento profissional como ferramenta de gestão: um estudo de caso no Banrisul (Trabalho de Conclusão de Curso, Universidade de Passo Fundo). Available in http://repositorio.upf.br/handle/riupf/1165

Brasil. (2019). Associação Brasileira de Indústria de Alimentos. Números no setor. Available in https://www.abia.org.br/vsn/tmp_6.aspx?id=16.

Creswell, J. W. (2014). Investigação qualitativa e projeto de pesquisa: escolhendo entre cinco abordagens. (3. ed.) Porto Alegre: Penso.

Dutra, J. S., Dutra, T. A., & Dutra, G. A. (2017). Gestão de pessoas: realidade atual e desafios futuros. São Paulo: Atlas.

Froehlich, C., & Scherer, C. E. (2013). Treinamento e desenvolvimento: um estudo de caso na empresa LLV metalúrgica situada no rio grande do sul. Desenvolve - Revista de Gestão do Unilasalle, 2(2), 137-154.

Gil, A. C. (1994). Administração de recursos humanos: um enfoque profissional. São Paulo: Atlas.

Godoy, A. (1995). Pesquisa qualitativa: tipos fundamentais. Revista de Administração de Empresas, 35(3), 20-29.

Hanapiyah, Z. M., Daud, S., Abdullah, W. M. T. W., & Sanusi, Z. M. (2018). Effect of training and development, recruitment and selection, and internal control policy on corruption risk. The Journal of Social Sciences Research, 5, 995-1006.

Hardy III, J. H., Day, E. A., & Arthur Junior, W. (2019). Exploration-exploitation tradeoffs and information-knowledge gaps in self-regulated learning: Implications for learner-controlled training and development. Human Resource Management Review, 29(2), 196-217.

Ivancevich, J. (2008). Gestão de recursos humanos. São Paulo: McGraw-Hill.

Jalloh, A. A., Abdullahi M., & Sesay, A. K. (2015). The impact of training and development on staff performance in tertiary educational institutions in Sierra Leone. International Journal of Management Sciences and Business Research, 4(8), 12-23.

Karolczak, M. E., & Souza, Y. S. (2017). Recursos humanos para a economia do conhecimento na ótica da teoria do capital humano. Revista Alcance, 24(1), 66-80.

Lacombe, F. J. M. (2011). Recursos Humanos: princípios e tendências. (2. ed.) São Paulo: Saraiva.

Leite, P., & Loft, T. (2013). Treinamento e desenvolvimento organizacional, uma ferramenta nas empresas atuais. Revista Científica Semana Acadêmica. 1(42).

Macena Neto, J. B. M., & Mota, F. P. B. (2017). Treinamento e desenvolvimento nas organizações: estudo sobre a satisfação com o treinamento em uma instituição pública de ensino federal. Métodos e Pesquisa em Administração, 2(2), 47-61.

Marras, J. (2009). Administração de recursos humanos: do operacional ao estratégico. (13. ed.) São Paulo: Saraiva.

Marras, J. (2017a). Administração de recursos humanos. São Paulo: Saraiva.

Marras, J. (2017b). Gestão de pessoas em empresas inovadoras. São Paulo: Saraiva.

Menegon, E. M. P., & Zambarda, A. B. (2019). Percepção de colaboradores sobre as ações de treinamentos em uma indústria têxtil. NAVUS - Revista de Gestão e Tecnologia, 9(1), 7-20.

Nafukho, F. M., Hairston, N., & Brooks, K. (2004) Human capital theory: implications for human resource development. Human Resource Development International, 7(4), 545-551.

Otoo, F. N. K. (2018). Human resource management (HRM) practices and organizational performance: the mediating role of employee competencies. Employee Relations, 41(5), 949-970.

Rawashdeh, A. M., & Tamimi, S. A. (2019). The impact of employee perceptions of training on organizational commitment and turnover intention an empirical study of nurses in Jordanian hospitals. European Journal of Training and Development, (4)8, 12-23.

Rosini, A. M., Alves, G. A., & Alves, T. L. (2018). A percepção dos funcionários de uma 'instituição financeira' sobre a importância da educação corporativa (EC) para o sucesso da carreira profissional. Revista Gestão & Planejamento, 19, 401-413.

Sá-Silva, J. R., Almeida, C. D., & Guindane, J. F. (2009). Pesquisa documental: pistas teóricas e metodológicas. Revista Brasileira de História de Ciências Sociais, 1(1), 1-15.

Scantamburlo, V. A., Delgado, D. S., Cavalheiro, R. T., & Kremer, A. M. (2019). Elementos formadores do capital intelectual no contexto das pequenas e médias empresas. NAVUS - Revista de Gestão e Tecnologia, 9(2), 61-75.

Silva, M. C., Gomes Junior, W. V., Valdati, A. B., Willerding, I. A. V., & Lapolli, E. M. (2017). Treinamento e desenvolvimento de pessoas e seu impacto no atingimento de metas de vendas na era do conhecimento. Revista da Universidade Vale do Rio Verde, 15(2), 20-35.

Silva, S. W., Fonseca, L. R., Silva, M. R., Portugal Junior, P. S.; & Piurcosky, F. P. (2018). Impactos do e-learning em um programa de educação corporativa. Gestão & Conexões, 7(2), 184-202.

Souza, J., Kanaane, R., & Fernandez, S. (2015). Treinamento e desenvolvimento: uma visão do tema nas empresas de recrutamento e seleção. Anais do V Workshop de Pós-Graduação e Pesquisa do Centro Paula Souza, São Paulo, 5, 690-699.

Souza, M. O., & Ziviani, F. (2012). Universidade Corporativa: implantação, ferramentas e práticas. Revista Gestão & Planejamento, 13(3), 712-727.

Toledo, G. S., & Domingues, C. R. (2018). Produção sobre educação corporativa no brasil: um estudo bibliométrico. Revista de Gestão e Secretariado, 9(1), 108-127.

Volpe, R. A., & Lorusso, C. B. (2009). A importância do treinamento para o desenvolvimento do trabalho. Psicologia, online, 1-8.

Yin, R. K. (2015). Estudo de Caso: planejamento e métodos. (5. ed.) Porto Alegre: Bookman.

Zanette, M. (2017). Pesquisa qualitativa no contexto da educação no brasil. Educar em Revista, 33(65), 149-166.




DOI: https://doi.org/10.22279/navus.2020.v10.p01-14.1194

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




NAVUS - Revista de Gestão e Tecnologia, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. ISSN - 2237-4558 

Membro da Associação Brasileira de Editores Científicos 

 

Desde 18/10/2017

 

Licença Creative Commons

Os originais publicados na Navus estão disponibilizados de acordo com a Licença Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-Vedada a criação de obras derivadas 3.0 Brasil.